Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Lá vem mais um IntercomSul


Por Alan Marcel, acadêmico de PP

Falta pouco. Praticamente uma semana. Este é tempo que os acadêmicos do terceiro período de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unoesc São Miguel terão de esperar para partirem eufóricos rumo ao IntercomSul 2012, em Chapecó/SC. O congresso inicia dia 31 de maio e encerra em 2 de junho. Objetivo é absorver experiências e sentir na pele o que se faz em um encontro de estudantes de comunicação – além da farra, obviamente!

Para grande parte dessa galera, trata-se da primeira viagem de estudos como universitários, pois os tempos de escola, já eram! Mas se preocupar com isso é desnecessário. Talvez porque, junto deles, vão também os acadêmicos do último ano. Experientes, principalmente nas gandaias, terão a tarefa de repassar preciosos ensinamentos aos jovens viajantes – tudo, claro, com supervisão de um professor e um acadêmico veterano.

Tais ensinamentos, por sinal, referem-se especificamente à estadia no hotel. Isso porque todos são grandinhos e sabem se comportar em público. Contudo, nos quartos e corredores madrugada adentro, alguns assumem outras personalidades e protagonizam histórias incríveis. Mas como a regra-mor do congresso é “o que acontece no Intercom, fica no Intercom”, nada será divulgado aqui. Ao menos não neste momento.

Embora cada um tenha necessidades e peculiaridades comportamentais, segue aqui um guia rápido de sobrevivência no Intercom. São pouquíssimas dicas. Bem básicas e fundamentais.

# Roupas e calçados confortáveis (considerar estação do ano – outono);
# Travesseiro e cobertorzinho (em alguns hotéis, são verdadeiros mata-pulgas);
# Produtos de higiene pessoal (o suficiente pra um banho, pelo menos);
# Litrão de “Renatão” (um pra cada duas pessoas);
# Chocolates (doce nunca é demais durante e depois do foguetaço);
# Violão (é preciso alguém que saiba tocar);
# Medicamentos contra a ressaca (pois no dia seguinte tem atividade no campus);
# Óculos escuros (o tal do ray-béin caibéim na cara no dia seguinte);
# Chicletinhos (bafo etílico é prejudicial à saúde dos sóbrios);
# Garrafinhas com água (certamente o radiador vai ferver por algumas horas).
Teriam mais, só que já tá bom assim.

É importante frisar que o uso da máquina fotográfica não será censurado. Mas deve ser ponderado. Principalmente no que se refere às publicações, posteriormente.

No mais, é contar os dias, dedo a dedo, e torcer pra tudo dar certo. E sempre dá!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

terça-feira, 6 de julho de 2010

Pós-graduação Especialização em GESTÃO DA COMUNICAÇÃO em São Miguel do Oeste

OBJETIVO GERAL DO CURSO
Oferecer experiências para que os profissionais possam atuar neste novo cenário comunicacional com saberes adequados às múltiplas situações e contextos.

COMPONETES CURRICULARES
Políticas de Comunicação - 30h
Empreendedorismo em Comunicação - 30h
Produção e Gestão em Rádio - 30h
Assessoria de Comunicação - 30h
Processos e produtos jornalísticos no ambiente digital - 30h
Produção e gestão em TV - 30h
Planejamento Estratégico em Comunicação - 30h
Metodologia da Pesquisa em Comunicação - 45h
Apuração e produção midiática em tempo de comunicação instantânea - 30h
Produção e gestão em Fotografia - 30h
Metodologia do Ensino Superior - 45h

PÚBLICO ALVO
Graduados em Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo, Habilitação em Publicidade e Propaganda e Relações Públicas; graduados em Administração, graduados em diferentes áreas que atuem como assessores de imprensa e/ou de comunicação, profissionais graduados que atuem em empresas de comunicação, profissionais graduados que atuem na área de marketing, profissionais formados na área das tecnologias audiovisuais e profissionais da área de informática.

MODALIDADE
Pós-graduação Lato Sensu.

PERÍODO DO CURSO
Outubro de 2010 a Outubro de 2011.

FUNCIONAMENTO
As aulas serão quinzenais: nas sextas-feiras, no período noturno e nos sábados, nos períodos matutino e vespertino.
Local: Unoesc, Campus de São Miguel do Oeste, SC.

INVESTIMENTO
Matrícula + 22 parcelas de R$ 314,02.

INSCRIÇÕES
PERÍODO DE INSCRIÇÃO: até 24/09/10.
PERÍODO DE SELEÇÃO: até 28/09/2010.
PERÍODO DE MATRÍCULA: 5 a 8/10/2010.
INÍCIO DAS AULAS: 15 e 16/10/2010.
Confira as informações no site www.unoesc.edu.br

DOCUMENTAÇÃO
- Formulário de inscrição (on line)
- Curriculum vitae
- Fotocópia da Carteira de Identidade e do CPF
- Fotocópia do diploma do curso de graduação
- Fotocópia do histórico escolar do curso de graduação
- Fotocópia da certidão de nascimento/casamento
- Uma foto 3x4 recente
Obs.: Os documentos relacionados acima são obrigatórios para a efetivação da inscrição e matrícula e devem ser postados no correio até o último dia do período de inscrição.

CORPO DOCENTE
Valerio Cruz Brittos – Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UNISINOS)
Paulo Scarduelli - Mestre em Ciências da Comunicação (Universidade Estácio de Sá)
Alvaro Bufarah Júnior – Mestre em Comunicação e Mercado (Casper Libero)
Rose Mara Vidal de Souza – MBA em Marketing Político (UMESP)
Leonardo Feltrin Foletto - Mestre em Jornalismo (UFSC)
Mônica do Amaral Britto Arouca – Mestre em Jornalismo (USP)
Aldo Antonio Schmitz – Especialista em Gestão de Comunicação Empresarial (UTP)
Ricardo Pavan – Mestre em Ciências da Comunicação (UNOESC)
Leoní Serpa - Mestre em História (UNOESC)
Rafael Sbeghen Hoff – Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade (UNOESC)
Roque Strieder – Doutor em Educação (UNOESC).

Obs.: 1. A Unoesc reserva-se o direito de não realizar o curso caso número mínimo de vagas não seja preenchido.
2. O corpo docente do curso poderá sofrer alterações em virtude da disponibilidade ou qualquer outro fator que impeça o professor de ministrar o componente curricular.

domingo, 23 de maio de 2010

“Meu Deus, agora têmo fodído!”

A chegada no Shopping Iguatemi em Caxias do Sul não foi garantia de descanso para o motorista Zé. Mesmo tendo que enfrentar uma noite ao volante, alguns companheiros de viagem, insensíveis à situação, não se contentaram com as opções do templo do consumo e nem com a paz do interior do busão. Resultado – nosso motorista tornou-se também porteiro por livre e espontânea pressão.

Tomada a estrada, tudo indicava um passeio tranqüilo – ledo engano! Uma da matina um estrondo na parte traseira do ônibus indicava o estouro de um dos pneus. A parada para a troca atrasou em pelo menos algumas horas a viagem. Alguns quilômetros para frente, entre as cidades de Sarandi e Frederico Westphalen outro pneu furado. Zé, nosso intrépido guia, sai do ônibus e ao se deparar com a situação é categórico: “Meu Deus, agora temo fodido”. As palavras foram registradas pelo acadêmico mais flatulento da viagem. A busca de um borracheiro iniciou 4 da matina na cidade mais próxima. Qual a chance de encontrar um profissional em estado sóbrio, nesse horário, na madrugada de sábado para domingo? Nenhum foi encontrado e a solução foi chamar socorro de Sarandi, por intermédio do dono da empresa (em São Miguel do Oeste).

Café da manhã: bolachas dormidas, fandangos e outros restos de uma semana de viagem no ônibus e um chimarrão amigo cevado com a ajuda de moradores da beira da estrada. Cansados, com estômagos semi-forrados e alguns humores alterados, a viagem prossegue lentamente.

“Quem pode garantir que não foi um de vocês?”

por Rafael Hoff

Quarto fechado e trancado no Hotel Real Palace, em Porto Alegre. As meninas que dividiam o aposento saíram juntas em visita aos veículos de comunicação da capital gaúcha. Na volta, a surpresa: o dinheiro deixado na cômoda ao lado da cama, dentro da carteira, havia sumido. Eram trezentos reais pelo menos.

A protagonista dessa lesão reclamou junto ao atendente, que prometia para a manhã da sexta-feira, dia do checkout, uma resposta oficial do hotel. Com intervenção do professor coordenador da viagem, o gerente do hotel quis colocar em xeque a credibilidade da excursão e a idoneidade de seus integrantes. A máxima surpreendeu: “quem pode garantir que não foi um de vocês?” O dilema foi resolvido com a devolução do dinheiro à estudante proporcional ao desconto dado nas estadias. Mesmo diante do abatimento, a avaliação do grupo é de que a experiência saiu cara. Chamou a atenção que a relutância do gerente do hotel ao ressarcimento do dinheiro sumido foi menor do que o esperado... A professora que por lá transitou já tinha questionado a segurança do estabelecimento e a resposta do mesmo gerente foi de que era “muito seguro”.

Pentelhos espalhados pelo chão, lençóis manchados com sangue, toalhas furadas, mofo no canto do quarto, chão encardido, copos no frigobar com uma “capa” de substância não identificada em seu interior e várias outras constatações levaram ao diagnóstico: o hotel era de péssima qualidade. A necessidade de permanecermos por lá duas noites foi aterrorizante para alguns, interessante para outros. Entre mortos e feridos, salvaram-se todos.

Fora da foto oficial

O Expocom, concurso de peças acadêmicas com argumentação científica realizado em Novo Hamburgo, rendeu bons resultados à equipe de São Miguel do Oeste. Os trabalhos em Fotografia Jornalística e Produção em Jornalismo Interpretativo foram arrematados pelos acadêmicos Alan Castaman e Ricardo Torres, respectivamente. Porém, um descuido na impressão das listas dos vencedores fez com que a comissão organizadora não chamasse tais categorias no momento coletivo.

Avisada de que o erro havia sido cometido, a professora coordenadora da mostra competitiva desculpou-se publicamente em nome da comissão. As palavras de uma colega definiram a situação: “é humano errar e coisas assim acontecem em grandes eventos como esse, mas não há nada que faça o tempo voltar e esse pessoal não vai participar da foto oficial”. A exclusão momentânea não diminuiu o entusiasmo da galera, que volta para a Unoesc com a certeza de que o isolamento geográfico e condições técnicas inferiores às grandes instituições de ensino da região metropolitana não diminuem a capacidade competitiva ou a formação jornalística dos mesmos.

E para a comissão organizadora do Intercom Expocom 2010, os nossos PARABÉNS!

Tempo de voltar a ser criança

A estadia em Garibaldi compensou as péssimas acomodações do hotel em Porto Alegre. Na Serra Gaúcha, o Ginásio Municipal acolheu os estudantes de Jornalismo da Unoesc. A sala de ginástica, equipada com colchonetes e até uma cama elástica tornou-se palco de uma transformação: o espírito infantil de alguns veio à tona. Saltos, cambalhotas, jogo de bola com pés descalços e muitas brincadeiras amenizaram o desgaste físico e mental. “Depois de sair da cama elástica eu não sentia mais o meu corpo” disse Silvana.

Os banheiros com chuveiros quentes compensaram a falta de papel higiênico nos sanitários. Marlise entregou a estratégia: “fui ao banheiro e depois tomei banho”. Com bundas limpas e espíritos renovados, o descanso foi merecido, porém curto. Antes das oito da manhã o ônibus já estava com as malas acomodadas e a tripulação a bordo. Café da manhã rápido e impreciso, com alguns esquecimentos por parte do garçom, foi recheado pela conversa com Delano Pieta, assessor de imprensa de Garibaldi, relatando a experiência junto ao poder público. Mais uma vez, Silvana resume a impressão do grupo: “gostei desse cara”.

Na saída de Garibaldi, alguns acidentes registrados: durante a noite a Silvana, ao tentar levantar-se do colchão inflável, destroncou o dedão da mão direita. Ao retornar ao ônibus, vítima de um buraco na calçada, Camila aparou o peso do corpo junto ao chão com os joelhos. Dor, lágrimas e experiências vão povoar as memórias da galera por algum tempo...